Simular uma request com HttpSimulator

De uns tempo pra cá, eu assumo que virei uma viciadinha em testes automatizados (estou atrasada nessa tendência, eu sei). Sempre que eu tenho a oportunidade de colocar um projetinho de testes em algum lugar, eu ponho, e cada dia aprendo um pouquinho mais e melhoro minha técnica. Esses dias, encontrei um empecilho no caminho que poderia colocar grande parte dos meus testes em risco, mas felizmente eu rapidinho encontrei uma solução fácil para o meu problema. Hoje, eu queria falar sobre como simular uma request com o HttpSimulator, desenvolvido pelo Phil Haack do You’ve Been Haacked.

As três atrizes do filme "Estrelas além do tempo", uma delas segurando um prêmio e dizendo "These women didn't complain, they focused on solutions"
Essas mulheres não reclamaram, elas focaram em soluções.
Continuar lendo Simular uma request com HttpSimulator

Criando testes de carga no Visual Studio (com Selenium)

Olar!

Há algum tempo atrás, no meu trabalho, fiquei responsável por criar testes automatizados e de carga para o sistema que desenvolvemos. Em relação à testes automatizados, eu já tinha alguma ideia de como me virar – apesar de eu (ainda!) não ter nenhum conhecimento formal sobre o assunto. Agora, em relação à testes de carga… o conhecimento era zero mesmo! Eu nem imaginava que fossem possíveis de uma forma tão fácil pelo Visual Studio. E bem… digamos que EU CONSEGUI:

Mas antes de mais nada, para você é que é júnior do júnior e chegou no mundo da TI agora: o que é um teste de carga?

Os testes de carga testam se o aplicativo pode tratar de uma carga especificada de usuários para um determinado cenário e ainda atender à meta de resposta. O aplicativo é executado sob condições normais.

Testes de carga (e testes de estresse) são importantes para garantir que um aplicativo Web seja eficaz e escalonável. – Documentação da Microsoft

Estamos entendidos até aqui? Então bora: vamos montar o seu primeiro teste de carga no Visual Studio!

Continuar lendo Criando testes de carga no Visual Studio (com Selenium)

Testes automatizados com C# e Selenium – parte 2

E aí! Vamos (finalmente!) escrever aquele teste com Selenium!

Oprah com um microfone gritando e apontando para a platéia

🔙 Caso você não tenha visto a parte 1 desse post, com todas as configurações para fazer esse teste, corre lá!

⚠️ Lembrando: estamos criando um projeto de teste solo e vamos testar algo bem básico; no caso, vamos pesquisar algo no Google e conferir se o primeiro resultado vem preenchido. Também quero recordar que estou usando e passando somente os conhecimentos que estão dentro da minha alçada, ou seja: .NET Framework e IEDriver como navegador para o Selenium.

Continuar lendo Testes automatizados com C# e Selenium – parte 2

Testes automatizados com C# e Selenium – parte 1

Quem nunca quis morrer por conta de um sistema legado, que atire a primeira pedra! Esse era exatamente o sentimento que eu tinha há algum tempo, com o atual sistema que trabalho. Ele é um senhorzinho que funciona muitíssimo bem, mas que aos poucos está sendo atualizado e, junto com isso, veio a oportunidade de aplicar alguns testes automatizados nele.

Mas é claro que nada é tão simples assim…

Elmo dando de ombros

Por conta da maneira que ele estava desenvolvido, a única automação de teste possível seria com o Selenium – ou seja, desenvolver um projeto de testes que simulasse o usuário utilizando o sistema e suas inúmeras possibilidades de fluxos. Já é alguma coisa, não?

Eu nunca tinha trabalhado com o Selenium puro, somente com o SpecFlow, que eu vejo como uma ferramenta facilitadora: ele faz com que seja mais fácil incluir a gerência no processo de desenvolvimento de casos de teste, por exemplo.

Dada essa introdução, vim fazer um mini-tutorial (em partes) de como fazer seu primeiro teste automatizado com Selenium e C#!

Continuar lendo Testes automatizados com C# e Selenium – parte 1

Como mudar o número de usuários máximo do seu teste de carga de maneira fácil

Recentemente, fiquei responsável na minha equipe por desenvolver testes automatizados e de carga no sistema. Foi um desafio novo: por mais que eu já tivesse feito alguns testes automatizados antes, começar tudo do zero era algo que eu nunca tinha feito; especialmente os testes de carga, que eu nem sabia que eram possíveis de serem feitos tão fácil pelo Visual Studio.

Depois de desenvolvidos os testes automatizados e criados vários testes de carga diferentes a partir deles (cada um deles com seu próprio .loadtest), foi me pedido uma alteração específica, nos testes de carga que eram executados por tempo: que o número máximo de browsers que fossem abertos fossem 15 (inicialmente foi programado 25).

Já irritada, pensei: vou ter que apagar todos os testes e criar de novo, porque essa é uma das informações que é definida em uma espécie de wizard de criação de testes de carga.

Print screen do wizard de criação de testes de carga do Visual Studio

Mas como eu sou brasileira e não desisto nunca, fui procurar se havia alguma maneira mais fácil de alterar os testes sem precisar apagar tudo e fazer de novo. E existe!

Continuar lendo Como mudar o número de usuários máximo do seu teste de carga de maneira fácil