Um ambiente de desenvolvimento Rails com Docker

Recentemente eu comecei a estudar Ruby, linguagem que eu já tinha ouvido falar mas sabia um total de vários nada sobre. Comecei devagar, com um curso básico no Codecademy e então fui avançando mais e mais (inclusive, estou documentando esse processo e pretendo explaná-lo aqui em breve!). Porém, chegou o momento que eu queria aprender, de fato, como desenvolver uma aplicação com a linguagem e veio o desafio de montar o ambiente. Logo que tive alguns problemas na instalação do Ruby, pensei: “ué, por que eu não tento solucionar isso com o Docker?” Eventualmente, foi por esse caminho (extremamente tortuoso) que decidi seguir! Venho aqui documentar essa jornada de montar um ambiente de desenvolvimento Rails com Docker!

Uma baleia, representando o Docker, tocando bongos.
Continuar lendo Um ambiente de desenvolvimento Rails com Docker

Algumas questões sobre o Clean Code – parte 1

Se você é desenvolvedor, não importa o campo, você provavelmente já ouviu falar sobre o aclamado Clean Code (Código Limpo em português). Eu, pessoalmente, considero-o um livro essencial para profissionais de tecnologia, pois há lições muito valiosas ali que eu nunca tinha parado para pensar sobre. Falo com tranquilidade que esse livro ajudou mesmo a melhorar meu código. Porém… eu tenho algumas questões com ele, especialmente relacionadas à filosofia apresentada nos primeiros capítulos. Nesse ano, coloquei como meta reler o Clean Code com mais calma e, de fato, pensar sobre algumas questões ali apresentadas. Questões que já tinham me incomodado na minha primeira leitura, mas que não tive tempo de elaborar melhor. Apresento aqui algumas questões sobre o Clean Code e gostaria que vocês ficassem à vontade para concordar, discordar, contestá-las e/ou respondê-las!

Um elefante parecendo confuso e falando: "I now have additional questions"
“Eu agora tenho mais perguntas”
Continuar lendo Algumas questões sobre o Clean Code – parte 1

Lições (re)aprendidas com o HackerRank

Você, desenvolvedor, conhece o HackerRank? Ele é portal com desafios de programação, usado principalmente como preparação para entrevistas de emprego que tenham uma etapa de whiteboard. Eu, pessoalmente, gosto muito de plataformas de aprendizado que envolvam gamificação; logo, assim que entrei e resolvi alguns problemas, me empolguei bastante em ir construindo algoritmos que atendessem os testes dos enunciados. Conforme os problemas foram avançando, eu me peguei em uma retomada de aprendizados que surgiram quando comecei a programar. E, honestamente? Foi ótimo revisitar essas lições. Através deste post, eu gostaria de facilitar um pouco a sua jornada e documentar as minhas lições (re)aprendidas com o HackerRank!

Uma garota balançando livros na cabeça com a frase "Always be learning"
Continuar lendo Lições (re)aprendidas com o HackerRank

Artigos para começar com Node.js

Um dia desses, eu comecei a rascunhar um projeto pessoal que estava na minha lista há um tempinho. Eu tinha a intenção de fazê-lo com Xamarin por diversos motivos (facilidade com a linguagem e com a IDE, dar uns passinhos no desenvolvimento mobile, etc), mas quando eu vi o tamanho do Android Studio, eu desisti 😅. Pesquisando outras soluções, vi que há vários servidores de serviço que dão suporte gratuito ao Node.js e pensei: por que não? Fiz alguma pesquisa inicial e, apesar de não ter avançado tanto quanto gostaria, vou deixar aqui alguns artigos para começar com Node.js que encontrei pelo caminho!

Uma mulher ruiva levantando alguns papéis para a câmera, com a legenda "I have done the research!"
Eu fiz a minha pesquisa!
Continuar lendo Artigos para começar com Node.js

Um novo projeto pessoal: El Automatizador de Pronombres!

A segunda parte das minhas férias chegou, mas o coronavirus resolveu que não ia dar trégua (inclusive, resolveu até mandar uma segunda onda 😑). Então fiquei eu em casa sem muita coisa pra fazer. Resolvi usar esses quinze dias livres para descansar, estudar o que me consome mais tempo e esforço (alô Javascript!) e programar de leve, por diversão. Com isso, consegui finalizar o meu mais recente projeto pessoal, o Automatizador de Pronombres! Vou contar um pouquinho sobre ele nesse post, vem comigo?

Um passarinho com bracinhos de desenho andando e pulando em comemoração.
Continuar lendo Um novo projeto pessoal: El Automatizador de Pronombres!

O que é o tipo dynamic?

Trabalhando com alguns projetinhos pessoais, encontrei em diversos locais a sugestão de usar um tal de tipo dinâmico no C#, para recuperar resultados de APIs, por exemplo. Como boa fã de tipagem forte, não botei muita fé, mas acabei usando na resolução de um problema e confesso que, agora, estudando melhor para fazer esse post, até que vi vantagem. No meu post anterior, a última parte de um tutorial sobre Twitter API e C#, eu prometi escrever mais sobre ele, com mais detalhes e embasamento. E aqui está: afinal de contas, o que é o tipo dynamic, no C#?

Uma garotinha loira, de maria chiquinhas, chacoalhando a cabeça com os braços levantados.
Onde vive? Do que se alimenta? Hoje, no Olivia Repórter!
Continuar lendo O que é o tipo dynamic?

Twitter API e C#: um tutorial – parte 3

E aí, beleza? Essa é a terceira e última parte desse xodózinho que eu tenho escrito: um tutorial de como fazer uma aplicação simples com a Twitter API e C#. Na parte 1, criamos nossa app na Twitter e pegamos as chaves de consumo que precisávamos e na parte 2 salvamos nossas chaves em um XML no projeto e fizemos a classe de autorização. Vamos finalizar, pegando os tweets e mostrando-os no nosso Console?

Um homem está sentado na frente do PC coçando o queixo enquanto a frase "I am a programming god!" aparece.
Eu sou um deus da programação!
Continuar lendo Twitter API e C#: um tutorial – parte 3

Twitter API e C#: um tutorial – parte 2

Oi! Seja bem vindo à segunda parte do meu singelo tutorial de como fazer uma aplicação simples com a Twitter API e C#. Na parte 1 nós criamos a nossa app no Twitter for Developers e pegamos as consumers keys que vamos precisar para conectar a nossa aplicação ao Twitter. Agora vamos de fato iniciar a programação do nosso sisteminha! Bora codar juntos?

Um gatinho bate com as patinhas freneticamente em um computador, como se estivesse digitando.
Continuar lendo Twitter API e C#: um tutorial – parte 2

Twitter API e C#: um tutorial – parte 1

Quando eu decidi fazer o bot da Pepita, percebi que não seria possível pegar os stories dela no Instagram, como eu queria desde o começo. Além disso, a API do Instagram também não me parecia muito amigável, o que me fez desistir dela bem rápido. Em compensação, encontrei muito material sobre a API e os Apps do Twitter e percebi que ali as coisas pareciam fluir muito mais fácil. Decidi ir por esse caminho e me dei bem! Por isso, decidi trazer para vocês (e também documentar para um uso futuro hehe) como fazer uma aplicação simples com a API do Twitter e C#! #bembackendela🙆

Dois logos do Twitter "conversando" entre si
Continuar lendo Twitter API e C#: um tutorial – parte 1

Um novo projeto pessoal: o Hey, Pepita bot!

Desde o começo do ano, eu estava com alguns dias de férias marcados agora em Julho. Altas expectativas, viagens planejadas, meus pais viriam me visitar… mas o Covid-19 decidiu estragar tudo. 😢 Conclusão: as férias chegaram e eu fiquei em casa. Decidi fazer o quê? Primeiro, dar uma descansada, porque eu não sou de ferro. 😆 Depois, decidi sentar e finalizar um projeto pessoal que eu estava muitíssimo empolgada quando comecei e depois acabou ficando um pouco de lado por conta da correria da vida: o bot Hey, Pepita no Telegram!

Kermit, o sapo, comemorando sentado em cima de uma escrivaninha.
Continuar lendo Um novo projeto pessoal: o Hey, Pepita bot!